img-aerossol-em-alta-01

Aerossol em alta

Produtos de higiene pessoal impulsionam crescimento de 21% do uso da chapa de alumínio em embalagens

De acordo Fernando Wongtschowski, gerente de Marketing e Desenvolvimento de Produto da Novelis, de janeiro a novembro de 2015, o mercado nacional registrou 21% de crescimento no consumo da chapas de alumínio utilizadas para a produção de embalagens, exceto latas de bebidas, em comparação ao mesmo período de 2014. “Esse desempenho foi puxado pelo envase de produtos de higiene pessoal, segmento responsável por 95% da utilização dos aerossóis de alumínio”, acredita Wongtschowski.

Ainda segundo Wongtschowski., as projeções apontam para um crescimento anual médio de 4,7% do mercado de aerossóis até 2018, período em que a embalagem de alumínio terá crescimento de 5,1%. Para ele, esses números refletem o amadurecimento do mercado, que após a média anual de 10,8% , entre 2010 a 2014, apresenta uma redução natural na velocidade de crescimento, porém mantem ainda um ritmo significativo.

“De 2015 a 2018, mercado de aerossóis deve crescer 4,7% ao ano”

Os desodorantes são os maiores responsáveis pelo consumo de aerossóis de alumínio no País, de acordo com o gerente da Novelis. Um dado que acompanha a preferência de consumo dos brasileiros, segundo dados da empresa de pesquisas Euromonitor, que aponta o formato aerossol como destaque de crescimento nos últimos anos, passando de 31%, em 2009, para 50%, em 2013.

img-arte-na-lata-02

Arte na Lata

Prêmio Novelis incentiva novos projetos de embalagens de alumínio que priorizam a sustentabilidade

A lata de alumínio para bebidas favorece a aplicação de novas tecnologias capazes de agregar valor à embalagem, como a realidade aumentada, que permite a interatividade do consumidor. O uso dessa inovação foi destaque no Prêmio Novelis de Sustentabilidade, na categoria Arte na Lata, concedido ao projeto Chá Mego, de autoria de Thais Helena Behar, estudante do Instituto Europeo di Design.

“A realidade aumentada permite integrar os mundos virtual e real. Através dessa tecnologia é possível explorar áreas de informação, conseguindo uma maior conexão e interação com o consumidor”, explica Behar.

img-arte-na-lata-03

Na embalagem, criada pela estudante para um chá sabor laranja a partir do tema Brasil Sustentável, com o uso de um aplicativo e uma câmera de celular, o consumidor tem acesso a informações sobre o produto e outras que o remetem ao universo da sustentabilidade. Basta baixar o aplicativo Bipper e focar a câmera nas diferentes imagens impressas na lata.
Ao visualizar o símbolo de reciclagem, o consumidor recebe informações sobre o processo de reciclagem do alumínio. A ilustração de flor de laranjeira remete a dados sobre o chá e seus benefícios. A imagem do pássaro Mariquita, presente em regiões de plantação de laranja no Brasil, transporta o consumidor a uma página da internet que traz comentários sobre o pássaro e preservação ambiental. A imagem de uma nota musical ainda dá acesso ao canto do pássaro e ao jingle do produto.

img-arte-na-lata-04
O Prêmio Novelis de Sustentabilidade reuniu 99 trabalhos de todas as regiões do País. Os projetos inscritos na categoria Arte na Lata foram avaliados sob a ótica de critérios estabelecidos com base nas premissas do prêmio, cujo principal objetivo é reconhecer ideias e/ou projetos inovadores sobre as temáticas propostas, segundo Eunice Lima, diretora de Comunicação e Relações Governamentais da Novelis.

A iniciativa terá continuidade, segundo a diretora, porque vai ao encontro da política da empresa, que “acredita no poder de transformação das ideias e das práticas sustentáveis”, afirma Eunice Lima.