Embalagem segura

“Efeito memória” de bisnagas de alumínio evita contaminação de cremes e pomadas

Ao pressionar uma bisnaga de alumínio contendo produtos semissólidos (cremes e pomadas), o consumidor evita o risco de utilizar um produto contaminado pela oxidação.

Isso porque a embalagem de alumínio é a única bisnaga colapsível, de deformação permanente, conhecida como efeito memória. O diferencial impede a entrada do oxigênio responsável pela degradação do produto ou anulação dos efeitos de sua composição.

“Produzida com alumínio primário, embalagem protege produtos semissólidos da contaminação”

Essa característica única do alumínio, somada à proteção de exposição do medicamento à luz, faz com que de 70% a 80% dos laboratórios farmacêuticos optem pelo envase dos semissólidos em bisnagas de alumínio, segundo Sergio Rolão, diretor de Vendas e Marketing da Impacta, fabricante líder do mercado nacional.

Além das propriedades do metal, o processo de fabricação reforça a garantia de seguraça. Rolão explica que as embalagens são produzidas com discos de alumínio primário puro, o que impede perfurações, em processo totalmente automatizado, sem qualquer contato manual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *