Iogurte em caixinha dispensa refrigeração

Dupla pasteurização e embalagem cartonada asséptica garantem validade de até quatro meses para bebida láctea

A Betânia Lácteos, fabricante de laticínios do Nordeste, optou pela embalagem cartonada asséptica para lançar na região o Yogi&Leve, bebida desenvolvida a base de iogurte que dispensa refrigeração. Produzida 100% de leite, a bebida tem dupla pasteurização e é envasada em  embalagem longa vida, o que garante o diferencial, segundo o fabricante.

De acordo com a empresa, a formulação da Yogi&Leve foi desenvolvida na Suécia, a partir de cases da China, em parceria com a Christian Hansen, especializada em soluções de fermentos lácteos, e com a Tetra Pak. O produto é acondicionado em embalagens Tetra Prisma de 200 mililitros. O Yogi&Leve alcança prazo de validade de até quatro meses, sem necessidade de adição de conservantes ou ingredientes artificiais, o que reduz a perda de produto ao longo da cadeia de produção, distribuição e venda.

“Mais de 60% do consumo de iogurtes tradicionais
acontece entre um compromisso e outro”

O lançamento vai ao encontro das mudanças de consumo dos brasileiros que, cada vez mais, buscam opções de bebidas que possam ser consumidas em trânsito. Segundo pesquisas da Tetra Pak e da Betânia Lácteos, mais de 60% do consumo de iogurtes tradicionais acontece entre um compromisso e outro, sendo que 40% dos brasileiros mantêm bebidas lácteas em sua dieta.

Segundo Bruno Girão, CEO da Betânia Lácteos, o objetivo é oferecer um produto que proporcione praticidade, conveniência e nutrição ao consumidor. “Hoje as pessoas passam boa parte do dia fora de casa e em trânsito, entre o trabalho, a academia, o lazer e a universidade. E estão cada vez mais preocupadas em se alimentar de maneira mais saudável fora de casa, o que para elas não é fácil. O Yogi&Leve é uma opção de lanche nutritivo para consumir em qualquer lugar”, destaca.

Tampa de alumínio protege sabor e aroma de suco de uva premium

Sem conservantes e açúcar, linha de bebida sem álcool oferece as versões  Moscato, Merlot e Cabernet Sauvignon

Depois de romper preconceitos e conquistar o mercado de vinhos,  as tampas de rosca de alumínio, as screw caps, chegam às garrafas de vidro de sucos de uva premium, que ganham em conveniência e segurança de qualidade da bebida.

O diferencial faz parte do lançamento da Casa Madeira, empresa do Grupo Famiglia Valduga: uma linha sofisticada de suco nas versões Moscato, Merlot e Cabernet Sauvignon, em garrafas de 750ml.

Produzido no Vale dos Vinhedos, Rio Grande do Sul, com uvas viníferas, o suco nacional é composto por uvas finas e não contém açúcares, água ou conservantes, o que mantêm as propriedades naturais da fruta.

As tampas de rosca de alumínio favorecem a conservação do aroma e do sabor da bebida, já que o fechamento completo da garrafa impede a entrada de oxigênio, um dos principais causadores da perda de qualidade da bebida.

Pesquisa aponta tendência de compras via smartphones

Segundo estudo, 15% dos consumidores brasileiros fazem supermercado pela internet

A pesquisa “Tendências do Consumidor em Supermercados 2018/2019”, realizada pelo Ibope Inteligência a pedido da Associação Paulista de Supermercados (APAS), aponta que 15% dos consumidores brasileiros realizam compras de supermercados pela internet. E, devido ao uso generalizado de smartphones, cada vez mais serão feitas por meio desses dispositivos. Segundo o Ebit/Nielsen, no 1º semestre de 2018 foi registrado um aumento de 41% no volume de pedidos por meio de dispositivos móveis.

Dentre as tendências apontadas pelo estudo está a necessidade de o varejo integrar os meios on-line e offline, permitindo, por exemplo, que o cliente entre em um comércio físico, escolha o item desejado e pague via smartphone, ou adquira produtos via e-commerce e realize o pagamento on-line com retirada na loja.

No estudo da APAS/Ibope Inteligência, que ouviu mais de dois mil brasileiros acima de 16 anos, produtos de higiene pessoal e beleza são os preferidos por 57% dos entrevistados que efetuam compras de supermercado via internet. Itens de decoração e utilidades aparecem em segundo lugar e, em seguida, aparecem os materiais de limpeza, com 46% da preferência dos consumidores. Frios e laticínios aparecem em último lugar com 20% das menções.

“Varejo deve aliar recursos de compra online e offline”

Entre os motivos para comprar on-line, 68% dos entrevistados apontaram a maior variedade de produtos, enquanto 67% acreditam que os valores praticados no e-commerce são mais em conta. Dentre as respostas de múltipla escolha, aparece em terceiro lugar a facilidade de comparar preços on-line (57%), enquanto 49% consideraram positiva a percepção de sempre encontrar o que procuram. Apenas 23% citaram a falta de tempo como motivação para comprar via e-commerce.

Varejo deve aliar atendimento de qualidade à tecnologia

Em lojas físicas, consumidor brasileiro valoriza agilidade e vendedores bem preparados

Praticidade e conforto são os diferenciais esperados pelos brasileiros nos pontos de venda. Os consumidores estão mais exigentes com os serviços prestados pelas lojas físicas, segundo a pesquisa Global Consumer Insights 2019, produzida pela PwC. O levantamento ouviu 21 mil consumidores em 27 países, ao longo de 2018.

No Brasil, a pesquisa aponta que 58% querem usar métodos de pagamento mais rápidos e fáceis para reduzir filas.  Cerca de 54% dão importância a vendedores com profundo conhecimento dos produtos. Outros 43%  disseram que ao visitar uma loja física é importante que ela disponibilize internet rápida e de fácil acesso.

“Isso mostra que empresas em atuação – ou que querem investir no Brasil – devem aliar a experiência de compras à tecnologia e à qualidade do atendimento. No Brasil, temos diversos casos de varejistas que estão caminhando neste sentido, implementando, por exemplo, chatbots que auxiliam, via inteligência artificial, a jornada online de compras de seus consumidores”, afirma o Sócio da PwC Brasil e Líder de Mercados de Consumos, Ricardo Neves.

Encaixe de latas pode eliminar as multipacks de plástico

Com foco na preservação do meio ambiente, cervejaria mexicana cria solução para transporte de latinhas de alumínio

A cervejaria mexicana Corona desenvolveu o projeto piloto de um inovador sistema para agrupar as latinhas de alumínio, que pode eliminar uma fonte frequente de plástico na categoria: as embalagens multipacks e os anéis agrupadores. Em parceria com a agência Leo Burnett da Cidade do México, a empresa criou um sistema em que as latas se encaixam umas nas outras.

Batizada de “Fit Pack”, a solução agrupa até 10 latas, usando apenas a estrutura da embalagem, sem a necessidade de qualquer material adicional. “O sistema de montagem se conecta na parte inferior e superior de cada lata, então várias delas podem ser rosqueadas umas nas outras e criar pilhas. É uma inovação que pode ser dimensionada a nível global, resolvendo o problema do plástico”, explica Federico Russi, CEO da Leo Burnett.

O projeto faz parte do compromisso da marca de se tornar líder no setor de cervejas na utilização de embalagens amigas do meio ambiente.

Lata de cerveja é inspirada em bola de basquete

Campanha de marketing inova embalagem para marcar campeonato de basquete da NBA

Para marcar as finais da liga norte-americana de  basquete,  a lata de alumínio da Budweiser, cerveja oficial da NBA, substituiu a tradicional cor vermelha pela laranja, com detalhes em preto. A embalagem é inspirada em bolas de basquete e tem edição limitada.

A lata temática pode ser encontrada nas lojas do Carrefour e em eventos especiais que a marca realiza durante o mês de junho,  como no Bud Basement (em Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e na capital paulista) e na NBA House (em São Paulo).