Inovação traz mais praticidade à cozinha

Wyda lança folhas de alumínio já cortadas no tamanho 27cm X 30 cm, para atender dona de casa e mercado de food service

Tanto chefs profissionais quanto amadores já conhecem as muitas vantagens de usar papel alumínio na cozinha. O que nem sempre é muito fácil, porém, é cortar o produto no tamanho ideal para o uso, e foi pensando nisso que a Wyda acaba de trazer ao mercado o “Embrulha Fácil”.

Trata-se de um cartucho com unidades de papel alumínio já cortadas no tamanho 27cm X 30 cm. A novidade torna muito mais fácil embalar os alimentos, além de ser mais resistente. A superfície contém nervuras, como resultado do processo de grofagem. Sua embalagem ainda traz várias sugestões de uso e diversos tipos de aplicações do produto, que tem picote no centro para facilitar a retirada das folhas.

img-int-materia-wyda

Lanches, carnes, aves, peixes, burritos, wraps, frutas, espetinhos de churrasco, assados em geral, frutas, hot dogs. São muitos os alimentos consumidos no dia a dia que, de acordo com a fabricante, podem ser embalados com o “Embrulha Fácil”.

O lançamento está à venda em cartuchos com 25 unidades, acondicionados em caixas de embarque com 24 cartuchos cada, e na versão com 250 unidades, acondicionada em caixas de embarque com 12 cartuchos cada.

“Lançamos duas versões para podermos atender tanto a dona de casa quanto o mercado food service”, explica Cadu Migliorini, responsável pelo marketing do Grupo Wyda. “Esse tipo de produto já é muito usado nos Estados Unidos, onde é chamado de pop-up foil sheets.”

Alas abertas para a reciclagem de latinha de alumínio

Consumo de bebidas no Carnaval faz cooperativas de catadores projetarem aumento de até 40% na coleta de embalagens  

Chegou aquela época do ano muito aguardada por quem adora uma folia. Mas o Carnaval é um grande momento também para os milhares de catadores que fazem do Brasil uma referência mundial em reciclagem de latinhas.

Entre marchinhas, fantasias, plumas e paetês, eles trabalham duro para aproveitar a melhor época do ano para catar latinhas. O alto consumo de bebidas e as grandes aglomerações de foliões aumentam muito a quantidade do material à disposição. De acordo com a Abralatas (Associação Brasileira de Produtores de Lata de Alumínio para Bebidas), durante o Carnaval a coleta de latinhas costuma aumentar entre 20% e 30% em relação a um mês comum.

A importância do feriado é tamanha que em cidades como Salvador (BA), por exemplo, há mobilização especial para a coleta. Há doze anos cooperativas de catadores atuam em conjunto para aproveitar ao máximo o Carnaval. Cerca de 1100 deles vão às ruas, ajudando a deixá-las mais limpas, beneficiando o meio ambiente e gerando recursos.

“E esses são apenas os catadores que participam oficialmente do projeto para o Carnaval. Há ainda aqueles que atuam por conta própria”, explica Jeane dos Santos, mobilizadora da Rede Cata Bahia Metropolitana. “O Carnaval é o melhor momento do ano para nós, que coletamos as latinhas tanto nas ruas quanto nos camarotes.”

Jeane conta que as festas de pré-Carnaval em Salvador já deram uma amostra daquilo que reserva o feriado deste ano. “Ainda não fechamos os números, mas calculo que coletamos uns 20% a mais que no ano passado”, diz a catadora. “No Carnaval, acredito que chegaremos a 40% a mais em comparação com 2017”.

Cerca de 1100 catadores estarão nas ruas durante o Carnaval de Salvador

Em Natal (RN), ainda não há uma mobilização específica para o Carnaval, mas sem dúvida o feriado também é muito importante para os catadores. “O Carnaval de rua de Natal ainda é pequeno em comparação com Salvador. Mas sabemos que aumenta muito a quantidade de latinhas coletadas”, diz Severino Lima Júnior, presidente da Cocamar, cooperativa com cerca de 75 catadores que atua desde 2007 na cidade.

Um bom indício desse crescimento é, para Severino, os números registrados no Carnatal, a folia oficial pré-Carnaval da cidade. “É a nossa referência, e neste ano coletamos quase o dobro de latinhas em relação ao ano passado”, conta Severino. “Foram cerca de 3,6 toneladas de latinhas.”

Severino avalia que, neste ano, o folião foi ao evento mais preparado e disposto a consumir: “Foi diferente do ano passado, quando sentimos uma retração no consumo.”

No verão, alumínio é aliado no transporte de bebidas

Bolsas térmicas feitas com o material levam vantagem na manutenção da temperatura

No verão, o alumínio não serve apenas como embalagem para as bebidas, que gelam mais rápido quando envasadas em latinhas. Acessório indispensável para muita gente nesta época do ano, a bolsa térmica também vem em modelos que usam o material em sua composição.

A aplicação de uma camada de alumínio traz vários benefícios. Suas propriedades tanto refletoras quanto defletoras de temperatura incrementam a eficiência de uma bolsa térmica, tornando-a capaz de conservar substancialmente a temperatura de um alimento quente ou frio.

A Paru, de São Paulo (SP), conhece as vantagens das bolsas térmicas aluminizadas. A empresa vende unidades por encomenda e personalizadas e usa o alumínio principalmente em seu modelo “fitness”. “Mas usamos alumínio também para atender algumas necessidades especificas de cada projeto”, explica o diretor comercial Fernando Lopez.

“Propriedades refletoras e defletoras de temperatura do alumínio incrementam a eficiência de bolsa térmica”

“Posso afirmar que as bolsas com alumínio venderiam muito mais se o cliente conhecesse melhor sua eficácia. Muitos acabam por não dar importância à base técnica funcional da bolsa, mas há segmentos, o de laboratórios por exemplo, que operam de forma técnica, facilitando a aplicação do alumínio”, diz o diretor.

Outra empresa que aposta nas bolsas térmicas aluminizadas é a Pratize, de Londrina (PR). Atuando como um market place, fornece os produtos para revendedores de todo o Brasil. O modelo de 4,5 litros vem nas cores preta ou rosa, enquanto o de 11,5 litros é oferecido na cor azul.

“Bolsas térmicas de plástico já estão desgastadas”, diz Rodrigo Dias, coordenador de market place da Lazer Shop, responsável pela marca. Para ele, a grande vantagem do alumínio é sua capacidade de manter tanto o calor quanto o frio. “Quando os clientes descobrem isso, esse poder de segurar a temperatura, acabam comprando”, conta Dias. “Esse é um atrativo que modelos de outros materiais não oferecem.”

A Lazer Shop já vendeu cerca de 1500 bolsas com alumínio desde que entrou nesse mercado, há dois anos e meio.